LAVA JATO

16/07/2019

Novas mensagens mostram outras interferências de Moro na Lava Jato

Um novo capítulo das mensagens vazadas da Lava Jato foi divulgado nesta segunda-feira (15) e evidenciam ainda mais as interferências do então juiz federal Sergio Moro na operação. Segundo o jornalista Reinaldo Azevedo, em parceria com o The Intercept Brasil, o então juiz combinou uma reunião para definir próximos passos da operação com Deltan Dallagnol e a Polícia Federal. Azevedo também divulgou mensagens que mostram um pedido de Deltan para usar dinheiro público em uma propaganda.

Segundo as mensagens, no dia 3 de setembro de 2015, o procurador consultou Sergio Moro sobre qual seria a melhor hora e dia para um encontro com membros da PF. "Sem tempo para reuniões nesta ou na próxima semana", respondeu Moro.

Deltan chegou a tentar novamente marcar o encontro no dia 16 de outubro do mesmo ano. "Caro juiz, seria possível reunião no final de segunda para tratarmos de novas fases, inclusive capacidade operacional e data considerando recesso? Incluiria PF também", escreveu. Moro então sugere terça-feira, às 10h30. "Marcado então? Decretei nova prisão de três do Odebrecht, tentando não pisar em ovos. Receio alguma reação negativa do stf. Convem talvez vcs avisarem pgr", completou.

Em outros diálogos, Sergio Moro autorizou o procurador Deltan Dallagnol a usar dinheiro da 13ª Vara Federal de Curitiba para campanha publicitária. Em 16 de janeiro de 2016, Deltan enviou uma mensagem a Moro para saber se seria possível usar R$ 38 mil para divulgar uma peça na Rede Globo. “A produtora está cobrando apenas custos de terceiros, o que daria uns 38 mil.”

“Se for so uns 38 mil achi (acho) que é possível. Deixe ver na terça e te respondo”, respondeu Moro um dia depois.

A peça em questão era uma propaganda de uma medida que chegou ao Congresso de forma civil, encabeçada por Deltan e outros colegas. Entre os pedidos, estavam a abolição de habeas corpus, ampliação dos casos de prisão preventiva e admissão em juízo de provas ilegais.

POLEMICA

16/07/2019

Wesley Safadão se pronuncia sobre indiretas de Gusttavo Lima

Após internautas apontarem o cantor como alvo das declarações, o sertanejo esclareceu os boatos

Na última sexta (12), o cantor mineiro Gusttavo Lima usou suas redes sociais para desabafar sobre a concorrência. Em seu stories, ele disse estar sendo perseguido por conta de seu talento. Muitos internautas apontaram Wesley Safadão como alvo das declarações. Então, nesta segunda-feira (15), o sertanejo publicou um vídeo para falar da polêmica.

“Não tenho nada a ver com confusão de ninguém. Não quero prejudicar ninguém. Não cresci e não cheguei onde eu estou hoje prejudicando ninguém. Deus sabe disso”, disse Safadão. “Soube que ele parou de me seguir, tem mais de um mês. Não sei o motivo, não quero saber e pouco me importa. Isso é irrelevante. Eu sigo o Gusttavo há muito tempo, não vou deixar de seguir. Não tenho problema nenhum (…) No momento em que o país está, em crise, é burrice alguém querer prejudicar o show dos outros, porque está prejudicando todos”, completou o cantor.

Wesley também especulou sobre o real motivo do desabafo de Gusttavo Lima. “Nos bastidores, está acontecendo um probleminha de um show do Gusttavo em Goiânia, e deve ser por isso que ele pode ter postado. Em Brasília também aconteceu isso”, afirmou.

Após as declarações de Wesley Safadão, o cantor Gusttavo Lima esclareceu a polêmica. Ao blog do Leo Dias, ele disse que a indireta não foi para Safadão. Segundo o cantor, foi um recado para o mercado sertanejo como um todo.

Entenda a polêmica

Semana passada Gusttavo Lima postou um longo desabafo sobre uma possível perseguição da concorrência. Leia a declaração na íntegra:

“Como todo mundo sabe, essa vida não é fácil, fazer sucesso é muito difícil e manter o sucesso é mais difícil ainda. E muita gente se sente incomodada com isso, nossos projetos têm incomodado muita gente aí. A gente lança um evento numa cidade tal, sempre vem alguém querendo uma semana antes lançar outro show querendo prejudicar. Eu não vou desejar o mesmo porque tudo que vai volta e ultimamente estou preferindo ter paz do que ter razão.

Peço que continuem me perseguindo, que quanto mais vocês me perseguem, mais Deus abençoa e as coisas dão certo pra mim. Então quando vocês virem aí show com diferença de uma semana pro outro, de um dia pro outro, na mesma cidade, mesmo local, mesma região, podem ter certeza que tem muita maldade, muita perseguição.

Nesse mercado de show business, se a concorrência puder pisar no seu pescoço e te matar no ninho fazem isso sem piedade nenhuma. O que tenho passado nesses últimos anos só Deus sabe, mas Deus é maior, Deus sabe de todas as coisas. Obrigado por tudo que fazem por mim porque se não fosse por vocês do meu lado eu estava na roça.”

RECIFE

16/07/2019

Paralisação do metrô Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Linha Centro do Metrô deve ser normalizada na quinta-feira

A Linha está paralisada desde o domingo (14) após o rompimento de um cabo que fornece energia aos trens

Os trens afetados pelo rompimento de um cabo no trecho entre as estações Mangueira e Ipiranga do Metrô do Recife devem voltar a funcionar normalmente na quinta-feira (18). A previsão é do superintendente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Leonardo Villar Beltrão, dada no início da tarde desta segunda-feira (15), horas depois de a CBTU, através da assessoria de Comunicação, informar que não havia data certa para a linha voltar a ser operada normalmente. A Linha Centro está parada desde domingo (14), dificultando a vida dos passageiros que utilizam o transporte - uma média de 250 mil em dias úteis e de 130 mil no fim de semana.

A expectativa era de que que a partir desta segunda o trecho afetado operasse apenas em uma única via entre as Estações Ipiranga e Mangueira, com um aumento no intervalo entre os trens. Porém, devido às chuvas do fim de semana, houve um retardo na operação de recuperação e a via continuou fechada.

Passageiros que utilizam as estações de Jaboatão e Camaragibe alegaram que, com a paralisação, não podem mais entrar nas estações e agora precisam pagar o valor da passagem de ônibus, de R$3,45 Após as reclamações, o Grande Recife Consórcio de Transporte e a CBTU entraram em um acordo, permitindo que os usuários paguem R$ 2,60 ao embarcar nos ônibus - valor equivalente à taxa que pagavam para entrar nas estações.

De acordo com a CBTU, as únicas estações da Linha Centro que funcionam nesta terça-feira (16) são a Recife e Joana Bezerra. 

POLICIA

02/07/2019

Imagens mostram como ficou a viatura Foto: Cortesia/WhatsApp

Uma operação conjunta entre policiais civis e militares de Pernambuco e da Paraíba resultou, nesta terça-feira (2), na morte de oito suspeitos de participação no assalto e assassinato do policial militar André José da Silva, em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano, que ocorreram na manhã da segunda-feira (1º). Entre os suspeitos mortos estão seis homens e duas mulheres. Nenhum policial foi morto ou ficou ferido na ação.

Os fugitivos foram localizados por volta das 3h30 em uma área de matagal da cidade de Barra de São Miguel, localizada a 175 quilômetros da capital paraibana João Pessoa. Os policiais foram recebidos a tiros no local e um confronto se iniciou. A Polícia Civil de Pernambuco informou que foram apreendidos com a quadrilha o dinheiro do roubo em Santa Cruz do Capibaribe, duas pistolas 380, dois revólveres 38 e uma espingarda calibre 12 de repetição – a mesma utilizada na ação do dia anterior.


Os quatro suspeitos de praticarem o assalto fugiram e estavam escondidos no Sítio Boi Brabo, localizado no limite entre os municípios paraibanos de Riacho de Santo Antônio e Barra de São Miguel. De acordo com o tenente-coronel Lúcio Flávio de Campos, comandante do 24° Batalhão da PM, a inteligência da polícia monitorava a quadrilha quando outros quatro suspeitos chegaram ao local em dois carros para resgatar os demais. Nesse momento, o confronto teria se iniciado.
"Tentou-se a rendição, mas como já é uma prática desse tipo de criminosos, eles atentaram contra a vida dos policiais. Socorremos feridos para uma unidade de pronto atendimento, mas não resistiram. Eram bandidos extremamente perigosos e, pelas informações iniciais, envolvidos em diversos assaltos a bancos", explicou o tenente-coronel em nota oficial.

Um dos mortos na operação foi o vereador da cidade pernambucana de Betânia Andson Berigue de Lima, conhecido como Nanaca, do Partido Progressista (PP), segundo a polícia. Ele teria ido resgatar o irmão, conhecido como Galego de Lena, suspeito de participação no crime em Santa Cruz. Era o líder do grupo, formado ainda por um primo desses irmãos, conhecido como Edys de Gevan.

Ainda segundo a Polícia Civil de Pernambuco, além desses três, um dos mortos é um homem conhecido como Wellington Cabeludo, também da cidade de Betânia, e uma mulher identificada apenas como Jácia de Siba, que manteria um relacionamento amoroso com Galego de Lena. Wellington e Galego possuíam mandados de prisão expedidos em ações criminosas contra bancos.

O Instituto Médico Legal (IML) da Paraíba foi acionado para fazer a remoção dos corpos. O enterro do policial André Silva ocorre na cidade de Santa Maria do Cambucá, no Agreste pernambucano, na tarde desta terça-feira.

Entenda o caso
Um policial militar foi morto e outro ficou ferido em um assalto a uma casa lotérica em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano, na manhã da segunda-feira (1º). Segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS), os agentes estavam a serviço do 24º Batalhão da Polícia Militar e a bordo de uma viatura fazendo rondas no local quando houve a investida contra o estabelecimento.

Os policiais se dirigiram ao local do assalto e foram surpreendidos pelos tiros dos assaltantes, que dirigiam um carro de passeio branco, por volta das 11h. Pelo menos quatro homens participaram da ação criminosa e nenhum deles foi preso.

Veja vídeo que mostra a viatura da polícia sendo alvejada pelos criminosos:

Imagens de câmeras de monitoramento instaladas próximas à lotérica mostram o momento em que o carro da PM é atingido por tiros feitos pelos suspeitos. O vidro da porta traseira é estilhaçado e o carro recebe dezenas de tiros. O policial que dirige é atingido e morre no local. Ele foi identificado pela SDS como André Silva.

O outro, identificado apenas como Moacir, sai ferido do carro, tem quadro clínico estável e permanece sob cuidados médicos. A secretaria informou, em nota, que presta todo apoio necessário às famílias dos dois policiais.

METRÔ

02/07/2019

Metrô do RecifeFoto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Entra em vigor no próximo domingo (7) o segundo aumento escalonado da tarifa do Metrô do Recife, que passará de 210 para 2,60, praticado desde 5 de maio. Este será o segundo reajuste feito no preço da passagem desde que a Companhia Brasileira de Trens Urbanos do Recife (CBTU) anunciou aumento de 150%, apesar de a Justiça ter determinado 87,5% de acréscimo em abril. O embarque no Metrô custará R$ 4 a partir de 7 de março de 2020.

O valor de R$ 2,60 será praticado até 7 de setembro. Em seguida, subirá para R$ 3 entre 8 de setembro e 2 de novembro. O quarto reajuste elevará a passagem para R$ 3,40 de 3 de novembro a 4 de janeiro de 2020. Já entre 5 de janeiro e 6 de março do próximo ano, o custo do embarque no Metrô será de R$ 3,70. Por fim, em 7 de março entrará em vigor a tarifa de R$ 4.

Segundo a CBTU Recife, os reajustes são necessários para manter o funcionamento do sistema, ameaçado de paralisação. Este ano os custos com o Metrô vão chegar a aproximadamente R$ 541 milhões, sendo os maiores gastos com energia elétrica, com cerca de R$ 24 milhões de despesas, e com segurança, R$ 18 milhões.

Atualmente, o Metrô arrecada cerca de R$ 70 milhões por ano e recebe um subsídio da União de R$ 310 milhões para fechar as contas. Quando a tarifa chegar a R$ 4, estima-se que o sistema passará a arrecadar R$ 140 milhões por ano.

Apesar dos sucessivos reajustes, os usuários não deverão sentir melhorias no sistema. A receita adicional deve apenas ajudar a suprir um déficit já existente nas operações metroviárias, de acordo com a CBTU. Ao todo, 400 mil pessoas utilizam o sistema metroviário por dia na Região Metropolitana do Recife (RMR), em 550 viagens que passam pelas 37 estações.

Aplicativos


 Locutor no Ar

Edgar Souza

Forró Brasilis

15:00 - 16:00

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

Poesia Acústica #2

Sobre Nós

02.

Maiara e Maraisa

Nem Tchum

03.

Mumuzinho

Fulminante

04.

Ferrugem

Sinto Sua Falta

05.

Naiara Azevedo

Ex Do Seu Atual

Anunciantes